sábado, 1 de novembro de 2008

O Rio - Vinícius de Moraes


(Tela de C. Portinari)
.
.
Uma gota de chuva
A mais, e o vento grávido
Estremeceu da terra.
.
Através de antigos
Sedimentos, rochas
Ignoradas, ouro
Carvão, ferro e mármore
um fio cristalino
Distante milênios
Partiu fragilmente
Sequioso de espaço
Em busca de luz.
.
Um rio nasceu.
.

Um comentário:

eva disse...

Renata, as suas escolhas de imagem para os textos são sempre a propósito, mas a escolha de Amadeo com Saramago foi uma homenagem muito bonita a ambos.
Quanto ao "poetinha", tenho uma paixão grande por ele.
Fez no dia 19 de Outubro, 95 anos que ele nasceu no Rio. Não deixei passar a data em branco e coloquei um post a propósito e uma trilha biográfica. Se lhe interessar ver, está em "Caminhos" ( http://scherzo.blogs.sapo.pt/ )
Boa semana!