quinta-feira, 29 de maio de 2008

Por Adélia Prado...


(Tela de W. Maguetas)
.
.
Minha alma é um bolso onde guardo minhas memórias vivas. Memórias vivas são aquelas que continuam presentes no corpo. Uma vez lembradas, o corpo ri, chora, comove-se, dança... "O que a memória amou fica eterno"...

.

3 comentários:

Cruel disse...

Oi Renata!!!
Seu blog, como sempre, está maravilhoso. Perfeito de ler e começar uma sexta feira beeem tranquila!
Um abração e bom fim de semana

ZezinhoMota disse...

Lindo! Uma escolha perfeita.

Feliz fim de semana.

Bjnhs

ZezinhoMota

Anônimo disse...

Grato por publicar minhas obras ,fique de olho no yuotube tem muita coisa minha ,um grande abraço:w.maguetas