quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Morte e Vida




Fantasmas nas lembranças

fragilizam a chama do amor

que se enfraquece ao som do BOLERO de Ravel.


Falta a alegria de TOUREADOR

ou de ARLEQUIM .

Até mesmo o OUTONO se perdeu nas QUATRO ESTAÇÕES .


Os últimos acordes ecoados são de

CARMINA BURANA e TOCATA E FUGA

neste, tétrico e sinistro

pela prevalência das notas do órgão.


Esfaqueiam o peito até sangrar

vermelho carmim -

da cor do batom de todas as Lolas

retratadas por Almodóvar.

.


(Desenho de Lygia Clark - Figura Sentada)

Um comentário:

Vieira Calado disse...

Só para dizer-lhe olá e agradecer a visita ao meu blog.
Beijinhos.