terça-feira, 4 de março de 2008

Por Clarice Lispector


"Então escrever é o modo de quem tem a palavra como isca:

a palavra pescando o que não é palavra. Quando essa não-palavra – a entrelinha -

morde a isca, alguma coisa se escreveu. Uma vez que se pescou a entrelinha,

poder-se-ia com alívio jogar a palavra fora".

.

(Tela de Clarice Lispector)

.

Um comentário:

luma disse...

O uso da palavra correta sempre puxa a outra, vem a inspiração e o resto fica por conta do dito por não dito, quer dizer, nas entrelinhas.
Clarice sempre merece ser citada!! Beijus