terça-feira, 6 de abril de 2010

Por Fernando Pessoa ...


(Tela de Gustave Caillebotte)
.
.
"Cai chuva do céu cinzento
Que não tem razão de ser.
Até o meu pensamento
Tem chuva nele a escorrer."
.
(Fernando Pessoa)
.

4 comentários:

Poesia do Bem disse...

lINDO,BJS E SAUDADES

Di Fitá - by Melissa Malard disse...

adorei essa poesia

Allef Fatoreto disse...

Parabéns pelo seu blog !
Gostei muito do mesmo!
continue assim !
se poder siga-me tamben
abraços

alfacinha disse...

poema curta e forte